Jungfrau: O melhor da suíça reunido em uma só região é apresentado em Conferência Internacional da Diversidade e do Turismo LGBT

Fernando Botelho de Aquino, Representante da Jungfrau Railways e Jugfrau Region Tourism para a América Latina, abriu as apresentações do painel de turismo desta quarta-feira (18/11), da 4ª edição da Conferência Internacional da Diversidade e do Turismo LGBT, apresentando como destino para o público LGBT, Jungfrau, uma região com natureza exuberante, lagos com cores incríveis, centenas de montanhas com picos nevados e clássicos chalés com lindas varandas floridas.

Fernando falou que a suíça é uma das repúblicas mais antigas do mundo e um país historicamente neutro, com uma diversidade cultural muito grande, algo que orgulha os suíços que são naturalmente receptivos com o público LGBT.

 “Temos diversos hotéis com profissionais treinados para receber hóspedes LGBT, para que esses hóspedes se sintam confortáveis para serem eles mesmos” destacou. 

Sobre Jungfrau, Fernando o apresentou como um local para realizar todos os sonhos suíços que temos em mente, ideal para quem quer imergir na cultura suíça. Em Jungfrau é possível encontrar restaurantes de montanha que oferecem lindas vistas aliadas ao melhor da gastronomia suíça, com muito queijo, chocolate, vinho local e os melhores relógios suíços. No verão, a região é destino número um na Europa para quem busca aventura e atividades ao ar livre. Já no inverno, é a terceira maior área para esqui na Suíça.

É um destino para o ano todo, e que oferece um pouco de tudo para todos os perfis de viajantes. A paisagem e a arquitetura local não deixam faltar romantismo, ao mesmo tempo que é o local recheado de atividades para os aventureiros. 

“Quando a gente fala sobre o público LGBT a gente não pode pensar que é um público diferente e sim diverso, dentro desse segmento temos pessoas que buscam aventura, esportes de inverno, romance, gastronomia, e a região de Jugfrau oferece tudo isso” disse.

Fernando destacou os quatro importantes vilarejos de Jungfrau, sendo eles, Interlaken, um playground para os aventureiros, mas também é um local para quem gosta de aconchego e sossego, Grindelwald, o maior vilarejo no alto dos Alpes nevados , Lauterbrunnen, conhecido por suas 72 cachoeiras, e Wengen, um vilarejo que oferece uma experiência de montanha pura, com ótima vista e livre de carros. 

Ele também apresentou opções de excursão como Jungfraujoch – Top of Europe, a estação de  trem mais alta da Europa que está aberta e com neve nos 365 dias do ano, reunindo inúmeras atividades para passar o dia e Grindelwald – First, o topo da aventura quem têm atividades diversas como a “Fisrt Glider” que levanta voo e seus quatro “passageiros” podem flutuar pela paisagem montanhosa e desfrutar de uma vista panorâmica em alta velocidade. 

 

 

Matéria escrita por Júlia Moreira – Comitê da Conferência Internacional da Diversidade e do Turismo LGBT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *