Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ ajuda a trazer visibilidade aos bissexuais

Hoje (23/09) é celebrado o Dia da Visibilidade Bissexual. Comemorada mundialmente desde 1999, a data tem o objetivo de celebrar a história de pessoas que se identificam como bissexuais e, principalmente, com o objetivo de trazer uma reflexão sobre o tema.

A data ainda é cercada de preconceitos, estereótipos e até mesmo alguns mitos. Isso porque, alguns indivíduos na sociedade ainda possuem muitas dúvidas sobre o assunto e consideram a bissexualidade como “algo temporário” ou um posicionamento de quem está “confuso” sobre a própria orientação sexual.

Contudo, diferentemente do que alguns acreditam, a bissexualidade não está relacionada com uma indecisão ou imaturidade e muito menos com uma fase de experimentação momentânea da sexualidade. A bissexualidade consiste em uma orientação sexual onde as pessoas sentem atração, física ou romântica, por outros indivíduos de ambos os sexos, tendo como principal característica a liberdade de escolha.

Dentro do ambiente corporativo cada vez mais se discutem meios para acolher as pessoas LGBTI+. Movimentos como o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ ajudam a trazer ainda mais visibilidade ao assunto, pois focam os esforços e iniciativas em torno dos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção dos Direitos LGBTI+.

Para que fique claro, os 10 Compromissos consistem em indicadores que ajudam as empresas atuantes no Fórum a inspirarem suas ações em prol das pessoas LGBTI+. Neste caso, é como um guia que norteia o posicionamento da empresa, as estratégias e representa o dever ético das companhias em questão da não-discriminação, estabelecendo o direito de igualdade, de liberdade e de consciência.

“O Fórum surgiu da necessidade de unir esforços em prol de pessoas que, até então, ainda eram invisíveis na sociedade, como é o exemplo dos bissexuais. Hoje, temos várias empresas comprometidas em realizar ações afirmativas para contratação de pessoas LGBTI+ e focadas em promover o respeito, a inclusão e a garantir a segurança no ambiente profissional”, informa Reinaldo Bulgarelli, secretário executivo do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+.

O Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ é parceiro da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *