Aline Torres toma posse como Secretária de Cultura da cidade de São Paulo

Na manhã desta segunda-feira (30/08) Aline Torres foi empossada pelo Prefeito Ricardo Nunes como Secretária Municipal de Cultura substituindo Alê Youssef que se demitiu na semana passada. A secretária tem a missão de continuar projetos importantes como as ações para as comemorações do aniversário de 100 anos da Semana Arte Moderna entre outros implementados pelo seu antecessor. Ainda construir uma agenda de ações de sua autoria atendendo a várias reinvindicações do trade cultural da maior cidade de América Latina.

A importância de ter uma mulher negra da periferia e com muitos anos de jornada da cultura e na vida política, foi a tônica dos discursos que antecederam às falas da Secretária e do Prefeito. A Vice-Presidente da Câmara dos vereadores Rute Costa falou da emoção de ter uma mulher negra e com a história de Aline a frente da pasta de cultura. A Secretária de Relações Internacionais Marta Suplicy que já foi ministra da Cultura falou da alegria de ter uma mulher à frente da cultura da Capital e também as responsabilidades de Aline à frente da pasta.

Já o Secretário estadual de Cultura Sérgio de Sá Leitão se colocou a disposição da nova secretária para que Estado e Município caminhem juntos para construção da Cultura. Na ocasião o Secretária ainda falou sobre a Museu da Diversidade Sexual (MDS). “Estamos trabalhando em uma nova sede para o MDS que terá uma área 5 vezes maior do que a ocupado hoje pelo Museu”.

O Deputado por São Paulo Baleia Rossi e presidente do MDP declarou: “Desejo sucesso a Aline Tores que hoje toma posse como secretária de Cultura da cidade de são Paulo. Com seus amplos conhecimentos na área, ela vai dar continuidade aos bons projetos e trazer mais ideias para aumentar a representatividade dos paulistanos”.

Prefeito Ricardo Nunes, Secretária Municipal de Cultura Aline Torres e o Secretário Estadual de Cultura Sérgio de Sá Leitão

A nova Secretária, visivelmente emocionada começou falando da Mãe, sua referência e inspiração que veio da Bahia e que trabalhou muito para que as filhas conseguissem estudar. Aline também falou da sua responsabilidade e dos seus antecessores: “Foi com responsabilidade que aceitei o convite para assumir a secretaria que surgiu sobre o símbolo da Semana de Arte moderna de 1922. Mário de Andrade foi o primeiro secretário e espero que ele nos traga inspiração”.

Aline citou ainda que esta história que começa com Mário de Andrade e a coragem do Prefeito que transformou seu compromisso em ato concreto, trouxe uma mulher negra de Pirituba para fomentar a promoção da cultura da cidade. “Hoje posso dizer de onde estou que é possível uma mulher negra estar em postos para lutar para que cada dia seja menos difícil sair de onde eu sai e chegar onde estou. É nosso dever nessa nova era diversa e inclusiva e que tem a cultura como nosso tesouro, conseguir através da cultura fazer uma revisão da nossa sociedade”.

A Secretária fez referência à pandemia e falou da importância da cultura para a retomada das atividades: “Devemos agir fortemente para que a economia da cultura volte a se organizar e tenha papel na geração dos negócios, empregos e na geração de oportunidades. Sobre seu antecessor a secretária pontuou: “Vamos seguir com o trabalho do Ale Youssef com reconhecimento das boas práticas”.

Falou também do orgulho de estar como Prefeito Ricardo Nunes:” é na atividade pública que reconhecemos as pessoas e neste momento tão difícil da história estar ao lado do Prefeito Ricardo Nunes é uma honra. Agradeço também ao Bruno Covas, com quem tive o prazer de trabalhar enquanto estava no PSDB. A política é feita com gratidão. Essa gestão e formada com o tom do Bruno”.

Na ocasião a Secretária apresentou dois nomes da sua equipe: Danilo Silva – Chefe de Gabinete e Andréia Souza – Secretária Adjunta. Finalizando seu discurso com o sorriso largo que lhe é peculiar disse: “Agora é isso agora sou eu que estou lá.”

Finalizando a cerimônia o Prefeito Ricardo Nunes quebrou o protocolo e saudou primeiramente a Dona Zenaide e seu Francisco os pais da Secretária empossada. Falou da importância dos pais e da família e das dificuldades da família da Aline. “Sei da determinação dessa família que acreditou ser possível ter fé e caminhar pra frente. Recebei muitas mensagens de cumprimento por ter escolhido Aline como Secretária. Temos uma Secretária que samba e samba muito”. O Prefeito fez alusão à participação da Secretária apaixonada pela Escola de Samba Camisa Verde e Branco.

Prefeito Ricardo Nunes e Aline Torres com a Família da Secretária

O Prefeito falou também da importância da secretária e da Cultura trabalharem juntos com o Secretário Sérgio de Sá Leitão e da surpresa da Demissão de Alê Youssef. “Fiquei surpreso que o secretário me procurou dizendo que ia deixar a secretaria para tocar um projeto privado. Ele estava a altura do trabalho que estava sendo desenvolvido. Convidei o Alê opara estar aqui conosco, mas acho que não conseguiu estar por compromissos assumidos, gostaria de agradecer a ele pessoalmente pelos serviços prestados”.

O Prefeito afirmou que sua escolha vou aprovada e balizada em muitas conversas e que a Aprovação da Aline foi unânime. “Conversei com secretários e pessoas da cultura e no final tivemos o consenso entre MPD, PSDB, vereadores e todas as pessoas consultadas e todos foram unânimes na sua escolha. Aline você é a Secretária de todas e de todos”.

Nunes falou da importância da cultura para a retomada afirmando que ela pode ser um potente mecanismo de retomada econômica principalmente das áreas periféricas. “Aline você sabe do que as pessoas precisam e sabe da responsabilidade deste cargo”.

Prefeito Ricardo Nunes fala da alegria de nomear a secretária

Sobre os Investimento da cultura o prefeito negou informações divulgadas na última semana sobre redução do orçamento. Citou que o saudoso prefeito Bruno Covas era um homem que valorizada a cultura e que o orçamento de 2019 para a cultura foi de R$550,3 milhões, em 2020 R$651,9 milhões e que de 2021 até o momento, é de R$608 milhões, podendo chegar até R$750 milhões “Os vereadores, na aprovação do orçamento colocaram um artigo que eu sancionei quem em 2022 o orçamento da cultura tem que ser o mesmo de 2021 e eu sancionei. Está garantido em lei.”

O Prefeito afirmou ainda que a cultura é importante para que as pessoas exerçam o seu pensamento e a sua expressão, não apenas da cultura, mas também da democracia. Sobre os nomes apresentados pela Secretária na Cerimônia o prefeito declarou: “Aline fiquei feliz com sua equipe. O Danilo como controlador fará que sua pasta tenha uma administração austera com atuação adequada para que os recursos cheguem onde precisam chegar. A Andreia é uma profissional de carreira que respira há muitos anos a cultura.” E encerrou a cerimônia declarando: “A cultura da cidade de São Paulo não terá mudança de percurso. A cultura será para todos os setores do município, desde os aparelhos de cultura da região central até os aparelhos de cultura de Pirituba, Piraporinha e etc.”

foto Edson Lopes Jr/SECOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *