Accor é uma das melhores empresas para LGBTI+ trabalhar no Brasil

Associada da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil, a Accor acaba de receber o título como uma das melhores empresas para LGBTI+ trabalhar no Brasil, de acordo com o ranking Great Place to Work (GPTW). A empresa ficou na quarta colocação em 2020.

“Esse título é motivo de muita alegria para a Accor, que é publicamente uma empresa inclusiva e tem a diversidade como um ativo. Todos os nossos esforços têm como objetivo promover o respeito pelo tratamento individual e igualitário de nossos colaboradores e com todos os públicos com quem nos relacionamos”, comentou Antonietta Varlese, vice-presidente sênior de Comunicação, Relações Institucionais e Responsabilidade Social Accor América do Sul, a frente das ações da empresa em prol da diversidade e inclusão do público LGBTI+no continente.

O ranking (clique no link para ver todas as empresas premiadas) corrobora a ação das empresas em transformar o ambiente de trabalho mais inclusivo e diverso, alcançando benefícios tanto internamente, quanto externamente. Para Fe Maidel, Diretora de Empregabilidade, Qualidade e Certificação da Câmara LGBT, as empresas que optam pela diversidade e inclusão saem na dianteira em criar ambientes desafiadores e estimulantes, pois contam com sistemas de participação coletiva, antecipando tendências de economia colaborativa, essencial para a evolução dos negócios.

“Essas empresas geram vínculos mais proveitosos tanto para o colaborador quanto para a empresa. Ainda, obtém vantagens de posicionamento e reconhecimento de marca, em processos que têm mais a ver com branding. A marca se torna mais aceita, querida e valorizada”, explicou Fê.

Para Ricardo Sales, sócio da consultoria Mais Diversidade, também associada da Câmara LGBT, investir na diversidade deve ser, primeiro, um compromisso ético e moral da empresa. Porém, Sales destaca que um ambiente mais diverso é mais inovador e mais criativo. Ainda lembra que o senso de pertencimento maior do colaborador de uma empresa inclusiva o torna uma espécie de embaixador da marca, além de passar a produzir melhor e apresentar a tendência em  ficar mais tempo na mesma.

“Hoje temos uma quantidade bastante significativa de pesquisas/estudos que vão associar a questão da diversidade e inclusão a mais resultados pras organizações. A gente sabe que um ambiente mais diverso e inclusivo vai aumentar as taxas de dedicação ao trabalho e reduzir o turnover”, comentou Ricardo.

Matéria escrita por
Otavio Furtado
Diretor de Comunicação da Câmara LGBT do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *