COMPARTILHAR
Associados da Câmara LGBT tem desconto

A dica cultural da Câmara de Comércio e Turismo LGBT é da peça teatral “O Nome dela é Valdemar”, que traz a querida drag queen Silvetty Montilla no papel título. Trata-se de uma comédia de costumes do conceituado dramaturgo brasileiro, Aziz Bajur. O espetáculo retorna aos palcos de São Paulo para uma nova temporada no Teatro Brigadeiro, aos sábados às 21 horas, a partir de 28 de julho.

O espetáculo é dirigido por Eduardo Moreno, com direção de arte de Tay Lopes, que apropriam-se dos elementos dos anos 80 e da Pop Art para dar vida aos personagens e contar esta divertida história sobre amor, respeito e diversidade.

Com uma linguagem, tom e ritmo próprios do Teatro de Costumes, o texto retrata os mistérios e segredos de tantos, que como Valdemar, abandonam suas antigas vidas e se direcionam para a capital paulista em busca de um sonho. E o sonho de Valdemar, era se tornar “Désirée”. Sonho que se torna também seu grande segredo.

De forma engraçada, Aziz Bajur retrata um assunto polêmico e atual: a dificuldade de alguns em assumirem sua sexualidade e o preconceito da sociedade e principalmente da família.

Sinopse
Em um apartamento no centro de São Paulo mora VALDEMAR (Silvetty Montilla), nome de batismo, que é apenas do conhecimento da família, para todos os outros ele é ela, ‘DéSIRée’, uma famosa e bem sucedida Vedete. Com ela também vivem MÁRCIO (Raphael Fallcão), seu namorado e sua empregada GIGI (Marcello Iazzetti).

Valdemar é natural de uma pequena cidade do interior de Minas Gerais, fruto de uma tradicional família, que jamais soube de sua vida dupla, mas a chegada de um primo, DESIDÉRIO (Marcos Paulo Moreira) pode botar tudo a perder. Desidério vem a mando dos pais trazendo uma herança para Valdemar, e quer aproveitar a oportunidade para aprender a ser homem com o primo que tem fama de machão.

Para não ser descoberta, ‘Désirée’ tenta enganar o caipira que acaba revelando segredos de sua antiga vida, deixando a personagem à mercê de sua maldosa empregada. Muitas confusões acontecem, e a chegada de sua Tia Finoca (Delurdes Moraes), uma senhora carola e quase cega, só piora tudo, provocando as mais diversas, insólitas e hilárias situações.

Silvetty Montilla
Uma das mais famosas drag queens do país, considerada uma das maiores Artistas da noite LGBT+ brasileira. Além disso, também atua, canta, apresenta, é humorista e repórter. Ao longo dos 31 anos de carreira, Montilla participou de diversas peças teatrais, destacando-se o musical “Cartola”, além de se apresentar assiduamente nas principais boates gays de São Paulo e de fazer participações em programas de televisão, como o “TV Fama”, “Eliana”, e o humorístico “Toma Lá, Dá Cá”. Em 2013 e 2014 esteve fixa no elenco do grupo de comédia “Terça Insana”, fazendo diversos shows no Brasil. Nos dias de hoje, se dedica cada vez mais ao teatro e aos clubes de comédia, tendo lançado em 2015 uma peca de stand-up própria, O “Segunda Dose de Montilla”. Também está a frente do reality show “Academia de Drags”, via youtube, que já teve duas temporadas e mais de 2 milhões de visualizações. Gravou dois álbuns, além de ter um programa de web rádio na Flex FM.

Serviço
Teatro Brigadeiro – Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 884, Bela Vista
Telefone: 11 3115-2637 – 700 lugares
Sábados: 21h / Até 25/08. Ingressos: R$ 60,00
Associados da Câmara LGBT tem desconto

Elenco da peça que fica em cartaz até o dia 25 de agosto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here